15°/ 27°
Belo Horizonte,
31/OUT/2016

Grávida que posou de lingerie é agredida verbalmente em BH

Ao ser reconhecida no Bairro Lourdes, Paola Alves Lopes foi chamada de "puta" e "vadia". O marido e autor das fotos, Alexandre Périgo, quer reunir gestantes para novo ensaio pelas ruas da capital

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Valéria Mendes - Saúde Plena Publicação:15/04/2015 10:10Atualização:15/04/2015 10:47
Paola Alves Lopes, 30 anos, posa para o marido em BH (Alexandre Périgo / Divulgação )
Paola Alves Lopes, 30 anos, posa para o marido em BH
O ensaio protagonizado por Paola Alves, 30 anos, na última sexta-feira (10/04) impressionou pela repercussão. Com o objetivo de homenagear o filho Leonardo, fugir dos ensaios-clichês de gestantes e levantar a bandeira contra o machismo e o assédio nos espaços públicos, a atriz e cantora posou de lingerie pelas ruas do Bairro Lourdes, em Belo Horizonte.

Nesta terça-feira (14) ao circular pelo bairro onde mora e ser reconhecida, ouviu: "É esse tipo de puta que tem filho hoje em dia, aí cria vagabundo!” e "Vadia que quer aparecer, se eu fosse o filho ia ter vergonha da mãe!". Paola não reagiu e agora, ela e Alexandre Périgo, marido e autor das fotos, querem reunir outras gestantes para um novo ensaio pela capital mineira.

Em seu perfil no Facebook, o fotógrafo convocou o que chamou de “exército de gestantes poderosas e corajosas”. Em pouco mais de uma hora, segundo ele, foi contactado por dez mulheres dispostas a participar.


Uma s causou barulho, muito barulho.Mas est sendo hostilizada por covardes machistas nas ruas de Beag!Todavia se...

Posted by Alexandre De Oliveira Périgo on Terça, 14 de abril de 2015


Paola conta que as agressões verbais vieram de dois jovens, mas garante que não se deixou abater. “Nós já esperávamos pelas retaliações e agressões, o que nos supreendeu foi a repercussão. Eu não agredi ninguém, queria apenas fazer o ensaio da gestação do meu filho com uma ideia diferente. Acabou que vimos aflorar o preconceito e o machismo”, afirma.

A mãe de Júlia, 3 anos, que espera a chegada do segundo filho para o fim de abril, diz que ela e o marido vão tocar adiante a ideia do ensaio com outras gestantes. “Queremos mostrar que não é só a gente que pensa assim”, resume. Alexandre completa: “Não faríamos um outro ensaio, mas não vamos nos intimidar. O mote é: não gostaram? Ela voltou com as amigas”.

Uma s causou barulho, muito barulho.Mas est sendo hostilizada por covardes machistas nas ruas de Beag!Todavia se...

Posted by Alexandre De Oliveira Périgo on Terça, 14 de abril de 2015
    • 13/04/2015
    • Contra machismo e hipocrisia de mineiros, grávida faz ensaio de lingerie em Lourdes
descrição

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.